Detox para um reboot dos maus hábitos entre outros fatores – um recomeço (Parte 2:2)

Tags

, , , , , , , , , , , , , , , ,

Então, galerinha, é com muito orgulho que anuncio que terminei bem meu detox de 10 dias como mencionado num post anterior. Os últimos dias passaram rápido e sem grandes sofriementos. Vamos aos comentários dos dias e aos meus pensamentos e conclusões…

6o dia. Fiquei feliz de ver que tinha eliminado 2kgs e que estava conseguindo ir bem. Foi um dia que me deu uma vontadezinha mais forte de comer, afinal, eu andei atualizando o blog nesse meu pseudo-jejum. Mas se tem algo que ajudou muito foram as orações e meditações que viraram rotina do dia a dia e os mimos não relacionados a comida.

7o e 8o dias. Foram dias que passaram voando. A vontade de comer pegou mais forte, mas ao mesmo tempo era só quando me deparava com algo delicioso. Eu me senti ótima nesses dias e quando fui ao mercado fazer compras não senti aquela vontade de atacar tudo que tinha nas prateleiras… foram compras felizes e conscientes. Fui ao cinema numa das noites para me distrair, ajudou bastante. Estou realmente feliz com o meu novo caminho. Também cheguei à conclusão de que deveria continuar o cleansing por mais tempo, pois só agora minha pele começou a melhorar (quase não tenho mais espinhas), mas de manhã ainda vejo meu corpo eliminar muita coisa… e isso me fará com certeza repetir o cleansing outras vezes, mas até eu estar com meu próprio ape, o farei apenas por 5 a 7 dias (pq não quero os amigos com quem eu moro se preocupando – nem todo mundo entende esse tipo de coisa). Ah, no 8o dia eu me senti um pouco fraca nas pernas para subir as escadas e o motivo foi porque vi que estava bebendo menos dos líquidos que devia… como meu corpo demora para terminar de eliminar a solução salina matinal, eu geralmente acabo adiando muito a ingestão da limonada hidratante…

IMG_0008

Dia 9 foi véspera de Natal… curti minha família online enquanto bebia um chá quentinho e cheia de paz no coração!

9o dia. Feliz e orgulhosa pra caramba de chegar onde cheguei. Véspera de Natal e feliz de estar quietinha na minha sem tentações por perto. Fui novamente ao mercado para terminar as compras que preciso para fazer meu eggnog vegano domingo. Também me mimei com um delicioso banho de banheira à luz de velas! Foi o dia que me senti mais fraca no meio do dia, me bateu uma dormência durante o banho e logo lembrei que com certeza seria da desidratação porque a boba aqui vive lerdando para beber água e a limonada. Logo corrigi o problema e deitei para uma meditação deitada. Gente, meditar deitado é difícil pra mim porque eu sempre acabo dormindo, hauehauehauhea. Entretanto, comprometi-me de corpo e alma e começei orando antes da meditação! Foi uma meditação pra lá de espetacular! Não só não dormi, como perdi noção do tempo. Resultado: 1 hora e 25 minutos meditando e saindo dela me sentindo tão zen quanto o próprio Buddah! Fiquei tão energizada que foi difícil dormir de noite! Pude curtir minha família que está no Brasil e minha amiga Paty pelo Skype. O mais legal é ver que todos estão notando o quão melhor eu estou em N sentidos… eu mesma me olho no espelho e gosto de me ver tão leve e “brilhando”, se é que vocês me entendem, hehe.

wpid-img-20141228-wa0007.jpeg

Ainda com espinhas, mas para o que estava antes isso é sucesso! E confesso que amo as minhas fotos quando me sinto bem comigo mesma. Inclusive essa onde estou com olheiras enormes pela falta de Sol…

10o dia. O décimo dia foi dobrado como o 1o dia… eu fiz o primeiro dia duas vezes porque na primeira vez eu acabei dando mole e comendo de noite por não ter me preparado espiritualmente e psicologicamente pro jejum. No décimo dia a questão foi outra que me ensinou algo importante. Apesar de o jejum já ter acabado e de eu ter que fazer a saída suave dele, eu queria ter terminado o dia perfeitamente. Como vocês acompanharam no post sobre o Nigiri, no dia 25 eu fui à casa de uma amiga que me convidou para uma pequena celebração. Ela estava em casa sozinha com um amigo e nós três curtimos o natal juntos. Eu não consegui dizer não para o convite de celebração, até porque gosto muito dela e acho legal celebrar com amigos de forma leve como fizemos. Os 3 estavam sozinhos, então a idéia de nos unirmos foi perfeita. O único mole que dei foi que comi (um pouco demais até) sem fazer a saída suave do detox. Eu não consegui dizer não também para as ofertas da minha amiga que parecia tão preocupada em me dar algo para comer… pressões sociais, preciso aprender a lidar com elas também. Começei com o nigiri, que estava uma delícia!! Infelizmente acabei comendo outras coisas e é aquilo, numa festinha e batendo papo e brincando de mímica, a gente acaba beliscando e passando do limite sem perceber. Essa foi a preciosa lição que aprendi sobre mim… é importante demais que eu foque em comer apenas conscientemente. Espero não repetir o erro. Confesso também que mesmo depois de 10 dias em pseudo-jejum, comer não foi tudo que esperava que fosse. Realmente isso mudou muito em mim! Essa amiga serviu uma maçã picada e quando provei senti um gosto forte de ovo que nem ela nem o amigo dela sentiram. Meu paladar está super apurado… agora faltou descobrir se foi da faca que ela usou que poderia estar não tão limpa assim ou se a maçã ficou guardada na geladeira junto com os ovos (pode acontecer). Achei curioso… Mas então, acabei fazendo mais um dia de detox para me limpar do excesso da festinha, porque queria começar com chave de ouro… Então, o segundo 10o dia saiu tranquilo sem grandes problemas e com muito líquido!

Valeu super a pena e pude saborar bem os pãezinhos!

Valeu super a pena e pude saborar bem os pãezinhos!

A saída suave do detox foi de suco de laranja com uma porção pequena de pãezinhos chips crocrantes. Passei o dia com a limonada e de noite tomei o suco de laraja com os pãezinhos. Olha, eu vibrei de alegria… e logo pensei “ser vegan é ser feliz”. E é assim que quero continuar sendo. Curtindo as pequenas coisas da minha vida, vivendo em harmonia com a comida e sem ansiedades…

Essa experiência toda me foi muito importante em N sentidos. É fato que repetirei a expêriancia em breve… confesso que concordo com as pessoas do grupo de apoio desse detox quando elas disseram que sentem falta de estarem no cleansing… realmente sinto falta porque é realmente especial, não consigo descrever ou explicar direito o porquê. Dá uma agonia quando nos vemos privados de comer e tudo parece absurdamente delicioso, mas quando você sente e percebe seu corpo eliminando os excessos e toxinas, nossa… é uma sensação boa demais. Estou orgulhosa de mim pelo tanto que caminhei!

O blog está cheio de receitinhas novas e espero continuar postando sempre coisas bacanas para vocês!

Então é isso… vida nova para mim! Obrigada por acompanharem!!

Ótimas vibes para todos e boas festas!! Que 2015 seja um ano positivo para todos!!

2014-12-27 14.12.01

Primeira vez que vejo a neve. Ela caiu no meu último dia dessa experiência maravilhosa… 🙂

Anúncios

Panquecas Americanas I (simples)

Tags

, , , , , , , , , , , ,

Enquanto fazia meu detox, me deu um desejo enorme de comer N receitas novas… Num dos últimos dias decidi que faria panquecas americanas vegans, mas comendo com consciência e sem cair na gordice. Fiz hj com 3 amigas e foi sucesso!! 100% aprovada! A massa se mostrou muito leve porque tive o cuidado de misturar pouco a massa com a colher (li um artigo que dava dicas para panquecas americanas macias e leves). Nunca mais uso liquidificador para panquecas americanas!

Aqui vai a receitinha mais simples das super fofas e confortáveis panquecas americanas! Se gostarem, voltem para comentar como as de vocês ficaram!

IMG_0107

Ingredientes (rendeu 8-9 panquecas):

-1 xícara de farinha (o que tipo você preferir, eu pessoalmente sempre acho legal colocar pelo menos metade de farinha de trigo integral, mas aqui fiz 100% com farinha de trigo normal)
-1 colher de sopa de açúcar
-2 colheres de sopa de fermento em pó (acho q com 1CS fica melhor, pois com 2CS o gosto do fermento ficou mto forte)
-1/8 colher de chá de sal
-1 xícara de leite de soja (ou outro leite vegetal de sua preferência)
-2 colheres de sopa de óleo vegetal

Preparo:

1. Misture numa vasilha os ingredientes secos (farinha, açúcar, fermento, sal)

2. Faça um buraco no meio dessa mistura seca e adicione o leite de soja e o óleo vegetal.

3.Misture até ficar homogêneo (não misture demais, o ponto ideal é assim que todos os ingredientes estiverem misturados e homogêneos)

IMG_0085

Não misture demais, pode deixar alguns gruminhos sem grilos…

4. Aqueça a frigideira (pode pré-aquecer enquanto mistura os ingredientes, pois o ideal é que ela já esteja bem quente na hora de adicionar a massa) e adicione a quantidade para uma panqueca (há quem diga em torno de 1/4 de xícara, eu prefiro ir no olho mesmo)

5. Quando as bolhas surgirem no meio da panqueca e secarem, e as bordas endurecerem, a panqueca estará pronta para ser virada.

IMG_0088

IMG_0089

IMG_0091

IMG_0090

Tente não se empolgar dançando enquanto cozinha pois corre o risco de queimar uma panqueca como eu, hehe. Ainda assim ela estava gostosa!

6. Repita o processo até a massa acabar, e tente não comer todas elas durante o processo! hehehehe

IMG_0103

Dicas:

-reserve as panquecas num prato dentro do forno pré-aquecido para mantê-las quentinhas até a hora de servir.

-sirva com geléias, frutas, pasta de amendoim e o que gostarem em suas panquecas!

E bon apetit! nom nom nommmmmmmm!!

IMG_0109

Aveia e banana com peanut butter (overnight)

Tags

, , , , , , , , , , , , , , , ,

Serve como um lanchinho da tarde ou uma sobremesa ou café da manhã mais pesado… pegue leve na adição de açúcar. Essa receitinha tem ótimas fontes de proteína! Deuses! Farei semana que vem sem falta!

peanut-butter-and-banana-overnight-oats-vegan-and-gluten-free-3

Receita para duas pessoas (tente não viciar):

Ingredientes:
1 grande banana madura amassada como um purê (cerca de ½ xícara)
¼ xícara de creme de manteiga de amendoim (peanut butter)
1 xícara de aveia em flocos sem glutén de preferência (não use aveia cozimento rápido)
1 xícara de leite de amêndoas sem açúcar
1 colher de sopa de sementes de chia (opcional, mas mande brasa)
½ colher de chá de essência de baunilha
½ colher de chá de canela em pó
1 colher de chá de agave, maple syrup ou algum adoçante de sua prefêrencia (você pode usar mais se você gosta de doce de aveia.)

Coberturas opcionais:
Bananas em fatias
Regue com Agave, Maple Syrup ou “mel”(Karo é uma boa alternativa pro mel)
canela
Raspas de chocolate escuro ou chips neutros
lascas de coco

Preparo:

1. Em Uma tigela média, amasse sua banana com um garfo.
2. Adicione O restante dos ingredientes para a tigela e misture bem (a manteiga de amendoim deve ser distribuída uniformemente, e isso pode exigir um pouco de esforço)
3. Coloque mistura em dois recipientes hermeticamente fechados (ou apenas cubra a tigela firmemente com filme plástico).
4. Leve à geladeira por pelo menos 3 horas ou durante a noite.
5. Quando pronto para comer, de uma boa mexida antes de adicionar os Toppings de sua escolha.

Nom nom nom nommmmmmmm!!!

Fonte: domesticate-me.com

Pudim de morango e semente de chia (sobremesa ou café da manhã nutritivo)

Tags

, , , , , , , , , , , , , ,

Sementes de chia são incrivelmente versáteis e nutritivas. Elas possuem alto teor de ômega-3 e ajudam a reduzir a inflamação, melhorar o desempenho cognitivo e reduzir o colesterol alto. As fibras solúveis em água das sementes de chia auxiliam na eliminação de toxinas, regula os níveis de função do intestino e de açúcar no sangue. Além disso, estas sementes são cheias de antioxidantes, cálcio, magnésio e manganês. Tudo de bom, não concordam?

A mágica é que essas sementinhas pretas absorvem mais de nove vezes o seu volume em água ou qualquer outro líquido, formando uma consistência mais ou menos de pudim. Você pode fazer pudim de chia em muitos sabores, basta mudar a fruta ou combinação sem medo de ser feliz.

Achei legal postar essa receitinha, porque estava conversando com minha irmã (aliás, ela em breve virá ao blog postar também!) sobre formas de comer mais saudável no café da manhã… como esse pseudo-pudim pode ser preparado na noite anterior, achei uma boa idéia partilhar.

Strawberrychiapudding-850x400

Ingredientes:
½ xícara de sementes de chia
2 xícaras de leite vegetal de sua escolha (soja, amêndoas, avelã, coco, cânhamo, etc.)
¼ xícara de passas
3 xícaras de morangos frescos ou congelados (ou outra fruta de sua preferência)
3 colheres de sopa néctar de coco, xarope de bordo ou outro adoçante de sua escolha (karo, maple syrup, etc)
1 colher de chá de extrato de baunilha
Serve 3-4 porções

Preparo:

1.Coloque as sementes de chia e passas de molho no leite vegetal durante pelo menos uma hora ou coloque na geladeira durante a noite.

2. Quando as sementes estiverem prontas, prepare o molho de morango. Misture os morangos, o adoçante preferido e extrato de baunilha juntos. Em seguida, misture-o com as sementes hidratadas de chia. Polvilhe um pouco de nozes, sementes ou passas por cima e sirva.

Você vai adorar!

Algumas dicas e notas:

É melhor usar leite de amêndoa ou demais caseiro (postarei uma receita em breve) pelo fato de poderem ser feitos sem açúcar. No entanto, se você estiver usando uma alternativa comprada em loja, certifique-se que é sem açúcar e, de preferência orgânica. Ou então diminua o adoçante da sua sobremesa ou café da manhã. Se você estiver usando leite de coco integral, diluir com água (proporção 1: 1) para minimizar a ingestão de gordura.

Pode ser necessário ajustar a quantidade de adoçante, dependendo da doçura de seus morangos. Se você não quiser usar um adoçante refinado, sinta-se livre para usar tâmaras frescas em seu lugar.

Aproveite esta bela sobremesa de verão!

Boas vibrações para todos!!

Fonte da receita e foto: mindbodygreen.com

Onigiri da Kaori Omichi :3

Tags

, , , , , , , , ,

Hoje é 25 de Dezembro e foi o último dia do meu detox. Minha amiga Kaori me convidou para uma pequena comemoração na casa onde ela trabalha como Au Pair. Como ela também não tem ninguém aqui na Alemanha (porque ela está aqui temporariamente), não deu para não aceitar seu pedido tão gentil. Eu tenho um problema sério em dizer não, mas como eu também fiquei sozinha, achei que não seria de todo ruim. O único mole que dei foi que comi (um pouco demais até) sem fazer a saída suave do detox… e confesso que mesmo depois de 10 dias em jejum, comer não foi tudo que esperava que fosse. Realmente isso mudou muito em mim! A princípio tentei fugir da comida porque eu tinha que terminar o 10o dia (porque eu fiz o primeiro dia dois dias seguidos por uma pequena escorregada), mas não consegui recusar os pedidos e ofertas tão gentis dela… me arrependo um pouco disso… mas ao mesmo tempo, foi bom porque aprendi mais coisas sobre mim… conto o resto no post final sobre o detox (porque farei mais um dia de detox para me limpar do excesso de hj… e farei a saída dele no sábado para só domingo voltar à dieta normal).

Resumindo… a primeira coisa que comi foi o Nigiri da Kaori e foi o 1o Nigiri da minha vida! E adorei! Estava realmente muito saboroso… então peguei a receitinha com ela. É bem simples e sem mistérios… saborosa e um pouquinho diferente! Serve 100% para levar de lanche para trabalho ou passeios! Amei! Dia muito bacana o de hoje e queria partilhar um pouco dessa boa energia com vocês!

2014-12-25 14.12.36

Ingredientes e preparo:

– Arroz japonês cozido sem nada.

– Sal

– Semente de gergelim

– Algas (tem como comprar as algas já em pedacinhos)

– Ameixa em conserva picadinha

Ela usou um pacotinho chamado OnigirigohennoFurikake que vende em lojas japonesas e já vem tudo pronto só para colocar no arroz, mas como eu sei que nem todo lugar tem isso, achei melhor irmos na forma caseira mesmo… Prepare as quantidades para seu gosto…

O preparo é simples. Misture bem os ingredientes e faça os Nigiris ou bolinhos. Eu vi que ela os preparou com auxílio de papel filme para não sujar as mãos.. um pedaço de papel filme para cada Nigiri…

E nossa! Ficou com um gostinho de mar delicioso… super levinho e adorei o sal… em cima ela enfeitou com uma pastinha salgada… mas aí como nem sei o nome nem onde encontrar, vcs podem decorar ou adicionar o que acharem mais interessante!

E é isso! Itadakimasuuuuuu!!! いただきます!!!

ありがとう、Kaori-chan!!!

Pudim vegano de leite de coco

Tags

, , , , , , , ,

10518700_750405968375094_5290477203191096717_n

Ingredientes:
– 6 pães (amanhecidos) picados
– 400 ml de leite de soja
– 4 colheres de amido de milho
– 200 ml de leite de coco
– 2 xícaras de açucar

Modo de preparar:
Umedecer os pães picados com 200 ml de leite de soja quente. Bater no liquidificador o restante do leite de soja, o leite de coco, o amido de milho, o açucar e os pães picados. Despejar em uma forma já caramelizada, cozinhar em banho maria por aproximadamente 50 minutos. Espere esfriar e desenforme.

Simples e fácil!

Bon apetit!

10858362_795135200532644_2447790671890470056_n

Assado de Soja

Tags

, , , , , , , , , ,

Ai vai a receita de um assado delicioso que vai ser a sensação de qualquer ceia ou festa!! Podemos sim ter uma ceia linda e muito saborosa sem derramar uma gota de sangue, sem precisar de nada que provenha do sofrimento e exploração animal. Podemos sim viver de forma plena e leve! 

Um Feliz Natal à todos e nom nom nommmmmmm!

1486619_534903823313881_4499811150608281573_n

Assado de Soja

Ingredientes:

2 xícaras (chá) de PTS (proteína texturizada de soja)
2 xícaras (chá) de água fervente
1 colher (sopa) de vinagre
1 pacote de creme de cebola
4 colheres (sopa) de trigo
1 colher (sopa) de óleo de girassol
3 colheres (sopa) de salsa picada
Temperos: orégano, açafrão, páprica doce, pimenta do reino

Modo de preparo:

Coloque a soja de molho na água fervente, acrescente o vinagre e deixe hidratar por 15 minutos.
Depois escorra bem e misture o creme de cebola, o oléo, trigo e os temperos. Amasse até ficar homogêneo. Coloque essa massa numa forma de bolo inglês revestida com papel manteiga. Leve ao forno por 20 minutos, depois tire do forno, desenforme, coloque em uma assadeira grande (como da foto), leve ao forno por mais 20 minutos e vá regando com molho barbecue*- ele dará essa cor douradinha e fará uma crostinha crocante!
*O molho barbecue da marca Heinz é vegan pelo que soube

Por: Natália Rodrigues dro grupo Ogras Veganas (Facebook)

 

Chocolate quente com canela e coco

Tags

, , , , , , , , ,

Para aqueles momentos em que queremos algo para nos aquecer e confortar.

Para uma ou duas pessoas:

2 xícaras de chá de gengibre (ou apenas água quente)
1 colher de cacau em pó (ou pó de alfarroba)
1/2 colher de chá de canela em pó
1/4 xícara de coco ralado seco
1/4 xícara de tâmaras

Bata tudo num liquidificador até ficar homogêneo, filtrar através de um saco de leite de castanha e despeje em uma caneca. Role a polpa que sobrou em coco, açúcar e sementes de cânhamo e desidratar por uma hora (ou assar levemente) para fazer bolinhas de coco!

Bon apetit!

Fonte da receita e foto: http://www.thisrawsomeveganlife.com

IMG_5844

Vegan raw eggnog (pseudo-gemada): bebida quente de nozes

Tags

, , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Uma bebida quente (embora possa ser feita gelada) para aqueles momentos que queremos nos aquecer e preencher algum vazio dentro de nós. Esse pseudo-eggnog é simplesmente uma delícia. Testado e aprovado por mim e duas queridas amigas! Ficou tão gostoso que foi de raspar o copo!

Surpreenda suas visitas com algo saudável e nutritivo! Essa bebida contém boas proteínas e gorduras e não é doce ou enjoativa.

Sim-ples-men-te perfeita!! Seguem fotos que tirei para vocês babarem um pouco! :3

IMG_0114

Ingredientes:

1 xícara de nozes
4-5 xícaras de água quente (fervendo)
1 xícara de tâmaras sem caroço (dá para comprar já sem)
1 colher de chá de canela
1 colher de chá de noz-moscada
2 colheres de chá de essência de baunilha

Bata tudo no liquidificador. Recomendo colocar de início apenas 2 xícaras de água recém fervida para a mistura ficar mais homogênea e depois colocar o restante da água. Use água fervendo (em ponto de fervura), se você quiser uma bebida quente (claro que vc vai querer beber essa delícia quentinha no seu estômago!). Ela deve ter a consistência de gemada (nunca bebi gemada, mas imagino que seja meio grossinha porque foi a textura que ficou a minha, apesar que coloquei um pouco menos de água para tal efeito). Se ficar muito ralo pro seu gosto, adicionar mais tâmaras ou nozes. Se ficar muito grosso, adicione mais água. Alterar as quantidades de especiarias conforme o seu gosto. Mmm … Isto irá servir cerca de 4 a 5 copos.

Obceno na minha opinão! Isso é muito amor, gente! Recomendo com todas as minhas forças!

Bon apetit para todos!!

IMG_0117

IMG_0120

fonte da receita: http://www.thisrawsomeveganlife.com

Torta Cremosa de Banana e Morango (Raw)

Tags

, , , , , , , , , , , , , , ,

Você pode se sentir bem sobre comer essa torta porque ela é super saudável e tem como ingredientes apenas: frutas e nozes. Além disso, ela faz uma sobremesa alegre e impressionante para qualquer tipo de festa.

IMG_4122

Recheio cor de rosa:

3 bananas

2 xíc. de morango congelado (ou outras frutas vermelhas)

1-3 col. de sopa de óleo de coco (opcional, mas vai deixar mais cremoso)

Creme exterior:

2 xíc. de castanha de caju crua

2 xíc. de tâmaras

1 laranja descascada

2 col. de sopa de óleo de coco derretido

Água, o quanto for necessário

Preparo:

Pra fazer o recheio cor de rosa: bata num liquidificador potente ou no processador de alimentos as bananas seguidas dos morangos congelados. Espalhe numa forma de torta com fundo removível. Idealmente use uma forma levemente menor do que a próxima que você irá usar na sequência. Se você não tiver dois tamanhos tudo bem, você pode simplesmente colocar uma camada em cima da outra. Congele.

Para fazer o creme: bata todos os ingredientes até formar um creme, adicionando o mínimo possível de água, se for necessário. Quanto menos água usar, mais cremoso fica. Coloque numa forma de torta com fundo removível, maior do que a usada no recheio cor de rosa, antes de colocar o creme, posicione o recheio cor de rosa no centro da forma e derrame o creme exterior ao redor e por cima do rosa. Você pode usar a forma do recheio cor de rosa e simplesmente derramar o creme sobre ele.

Congele e depois decore, corte e bom apetite. Guarde no congelador.

Fonte: http://www.thisrawsomeveganlife.com

IMG_4090