Tags

, , , , , , , , , , , , , , , ,

Então, galerinha, é com muito orgulho que anuncio que terminei bem meu detox de 10 dias como mencionado num post anterior. Os últimos dias passaram rápido e sem grandes sofriementos. Vamos aos comentários dos dias e aos meus pensamentos e conclusões…

6o dia. Fiquei feliz de ver que tinha eliminado 2kgs e que estava conseguindo ir bem. Foi um dia que me deu uma vontadezinha mais forte de comer, afinal, eu andei atualizando o blog nesse meu pseudo-jejum. Mas se tem algo que ajudou muito foram as orações e meditações que viraram rotina do dia a dia e os mimos não relacionados a comida.

7o e 8o dias. Foram dias que passaram voando. A vontade de comer pegou mais forte, mas ao mesmo tempo era só quando me deparava com algo delicioso. Eu me senti ótima nesses dias e quando fui ao mercado fazer compras não senti aquela vontade de atacar tudo que tinha nas prateleiras… foram compras felizes e conscientes. Fui ao cinema numa das noites para me distrair, ajudou bastante. Estou realmente feliz com o meu novo caminho. Também cheguei à conclusão de que deveria continuar o cleansing por mais tempo, pois só agora minha pele começou a melhorar (quase não tenho mais espinhas), mas de manhã ainda vejo meu corpo eliminar muita coisa… e isso me fará com certeza repetir o cleansing outras vezes, mas até eu estar com meu próprio ape, o farei apenas por 5 a 7 dias (pq não quero os amigos com quem eu moro se preocupando – nem todo mundo entende esse tipo de coisa). Ah, no 8o dia eu me senti um pouco fraca nas pernas para subir as escadas e o motivo foi porque vi que estava bebendo menos dos líquidos que devia… como meu corpo demora para terminar de eliminar a solução salina matinal, eu geralmente acabo adiando muito a ingestão da limonada hidratante…

IMG_0008

Dia 9 foi véspera de Natal… curti minha família online enquanto bebia um chá quentinho e cheia de paz no coração!

9o dia. Feliz e orgulhosa pra caramba de chegar onde cheguei. Véspera de Natal e feliz de estar quietinha na minha sem tentações por perto. Fui novamente ao mercado para terminar as compras que preciso para fazer meu eggnog vegano domingo. Também me mimei com um delicioso banho de banheira à luz de velas! Foi o dia que me senti mais fraca no meio do dia, me bateu uma dormência durante o banho e logo lembrei que com certeza seria da desidratação porque a boba aqui vive lerdando para beber água e a limonada. Logo corrigi o problema e deitei para uma meditação deitada. Gente, meditar deitado é difícil pra mim porque eu sempre acabo dormindo, hauehauehauhea. Entretanto, comprometi-me de corpo e alma e começei orando antes da meditação! Foi uma meditação pra lá de espetacular! Não só não dormi, como perdi noção do tempo. Resultado: 1 hora e 25 minutos meditando e saindo dela me sentindo tão zen quanto o próprio Buddah! Fiquei tão energizada que foi difícil dormir de noite! Pude curtir minha família que está no Brasil e minha amiga Paty pelo Skype. O mais legal é ver que todos estão notando o quão melhor eu estou em N sentidos… eu mesma me olho no espelho e gosto de me ver tão leve e “brilhando”, se é que vocês me entendem, hehe.

wpid-img-20141228-wa0007.jpeg

Ainda com espinhas, mas para o que estava antes isso é sucesso! E confesso que amo as minhas fotos quando me sinto bem comigo mesma. Inclusive essa onde estou com olheiras enormes pela falta de Sol…

10o dia. O décimo dia foi dobrado como o 1o dia… eu fiz o primeiro dia duas vezes porque na primeira vez eu acabei dando mole e comendo de noite por não ter me preparado espiritualmente e psicologicamente pro jejum. No décimo dia a questão foi outra que me ensinou algo importante. Apesar de o jejum já ter acabado e de eu ter que fazer a saída suave dele, eu queria ter terminado o dia perfeitamente. Como vocês acompanharam no post sobre o Nigiri, no dia 25 eu fui à casa de uma amiga que me convidou para uma pequena celebração. Ela estava em casa sozinha com um amigo e nós três curtimos o natal juntos. Eu não consegui dizer não para o convite de celebração, até porque gosto muito dela e acho legal celebrar com amigos de forma leve como fizemos. Os 3 estavam sozinhos, então a idéia de nos unirmos foi perfeita. O único mole que dei foi que comi (um pouco demais até) sem fazer a saída suave do detox. Eu não consegui dizer não também para as ofertas da minha amiga que parecia tão preocupada em me dar algo para comer… pressões sociais, preciso aprender a lidar com elas também. Começei com o nigiri, que estava uma delícia!! Infelizmente acabei comendo outras coisas e é aquilo, numa festinha e batendo papo e brincando de mímica, a gente acaba beliscando e passando do limite sem perceber. Essa foi a preciosa lição que aprendi sobre mim… é importante demais que eu foque em comer apenas conscientemente. Espero não repetir o erro. Confesso também que mesmo depois de 10 dias em pseudo-jejum, comer não foi tudo que esperava que fosse. Realmente isso mudou muito em mim! Essa amiga serviu uma maçã picada e quando provei senti um gosto forte de ovo que nem ela nem o amigo dela sentiram. Meu paladar está super apurado… agora faltou descobrir se foi da faca que ela usou que poderia estar não tão limpa assim ou se a maçã ficou guardada na geladeira junto com os ovos (pode acontecer). Achei curioso… Mas então, acabei fazendo mais um dia de detox para me limpar do excesso da festinha, porque queria começar com chave de ouro… Então, o segundo 10o dia saiu tranquilo sem grandes problemas e com muito líquido!

Valeu super a pena e pude saborar bem os pãezinhos!

Valeu super a pena e pude saborar bem os pãezinhos!

A saída suave do detox foi de suco de laranja com uma porção pequena de pãezinhos chips crocrantes. Passei o dia com a limonada e de noite tomei o suco de laraja com os pãezinhos. Olha, eu vibrei de alegria… e logo pensei “ser vegan é ser feliz”. E é assim que quero continuar sendo. Curtindo as pequenas coisas da minha vida, vivendo em harmonia com a comida e sem ansiedades…

Essa experiência toda me foi muito importante em N sentidos. É fato que repetirei a expêriancia em breve… confesso que concordo com as pessoas do grupo de apoio desse detox quando elas disseram que sentem falta de estarem no cleansing… realmente sinto falta porque é realmente especial, não consigo descrever ou explicar direito o porquê. Dá uma agonia quando nos vemos privados de comer e tudo parece absurdamente delicioso, mas quando você sente e percebe seu corpo eliminando os excessos e toxinas, nossa… é uma sensação boa demais. Estou orgulhosa de mim pelo tanto que caminhei!

O blog está cheio de receitinhas novas e espero continuar postando sempre coisas bacanas para vocês!

Então é isso… vida nova para mim! Obrigada por acompanharem!!

Ótimas vibes para todos e boas festas!! Que 2015 seja um ano positivo para todos!!

2014-12-27 14.12.01

Primeira vez que vejo a neve. Ela caiu no meu último dia dessa experiência maravilhosa… 🙂

Anúncios